4 Hábitos negativos que todas as mães e pais devem abandonar


Não há ninguém que escapa maus hábitos, todos nós temos um ou outro.

Neste artigo vamos falar, em particular, sobre os maus hábitos que alguns pais costumam ter em relação aos filhos. Hábitos que talvez não tenhamos consciência de que temos e não temos uma ideia dos danos que causamos com eles.

Atitudes que tendem a nascer de certas crenças erradas e que são realmente difíceis de mudar. 

Todo pai deve se livrar desses hábitos, sobre os quais falaremos abaixo, para poder ter um relacionamento saudável com seus filhos. 

Hoje nós compartilhar uma lista um pouco mais detalhada dessas atitudes. Preste atenção, você pode estar fazendo alguns desses erros com seus filhos.

Maus hábitos dos pais com filhos

1. Dramas emocionais

Toda vez que há um problema com nossos filhos, o mais importante é não perder a paciência

Aqueles pais que costumam gritar com seus pequeninos sem explicar por que, e o que fizeram de errado, eles estão fazendo mais mal do que qualquer outra coisa. 

É importante não exagerar nossas reações porque, de outro modo, nossos filhos não receberão uma mensagem clara do que fizeram de errado e com certeza cometerão o mesmo erro mais cedo ou mais tarde. 

Um bom exercício para colocar em prática neste tipo de situação é simplesmente atribuir um número de importância a cada problema. 

Então você pode ir com calma e explicando ao seu filho o que ele fez de errado. É importante saber que as crianças realmente entendam o que está acontecendo para que possam agir corretamente na próxima vez que algo semelhante acontecer.

2. Não expressar sentimentos

As crianças também precisam ter uma ideia clara do que os pais estão sentindo em diferentes situações. É importante saber que não há nada de errado com isso, mas muito pelo contrário, é realmente saudável.

Além disso, como pais, devemos nos livrar desse conceito que nos força a tentar mostrar aos nossos filhos que sempre temos absolutamente tudo sob controle. 

A verdade é que às vezes é bom não saber o que fazer em certas situações, pois há muitas coisas que são aprendidas ao longo do caminho.

Mais importante de tudo? Demonstrar aos nossos filhos o quanto os amamos e o quanto nos importamos com seu bem-estar e felicidade. É impossível ser o pai perfeito, como o filho perfeito, o par perfeito.

3. Crítica excessiva

No desejo de querer que nossos filhos sejam perfeitos, podemos estar criticando demais e isso afeta diretamente a confiança de nossos filhos. 
Como um mecanismo de defesa, eles tendem a se retirar, não dizer nada e sentir que estão sendo atacados. Isso certamente resultará em falta de autoestima por parte de nossos filhos.

Por isso, é importante saber que os defeitos estarão sempre presentes. O fundamental como pai é poder se concentrar no aspecto positivo de cada situação e nas qualidades de nossos filhos. 

É necessário valorizar aquelas coisas que eles fazem bem e trabalhar pouco a pouco naquelas outras em que têm mais dificuldades.

4. Julgar outros pais

Criticar os outros pais é verdadeiramente comum e algo que devemos evitar a todo custo. Nosso ego muitas vezes joga contra nós e tendemos a cair na crença de que somos os melhores pais de todos. Daí a necessidade de nos compararmos com os outros.

Da mesma forma que seu filho é único, não há outro pai como você. É por essa razão que cada pai encontrará mecanismos diferentes para educar seu filho e não há necessidade de criticar os outros. 


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *