5 Presentes Que Você Deve Dar Ao Seu Filho Antes Dos 18 Anos

5 Presentes Que Você Deve Dar Ao Seu Filho Antes Dos 18 Anos

Quando os pais se perguntam o que podem dar de presente a seus filhos em seus aniversários, percebo que os melhores presentes são aqueles que duram uma vida inteira e não custam nenhum centavo!

Eles exigem muito trabalho, perseverança e, às vezes, frustração, porque todos nós estamos aprendendo sobre como ser pais. No entanto, o esforço vale a pena e espero poder sempre dar esses presentes aos meus filhos.

Presentes que as crianças precisam:

1. Tempo

Sim, a qualidade é muito importante, mas a quantidade é fundamental porque precisamos estar com nossos filhos quando eles precisam de nós.

Mesmo quando as crianças crescem e parecem precisar cada vez menos, sempre haverá momentos em que o simples fato de saberem que você as ajudará a enfrentar os momentos mais complicados da adolescência e da pré-adolescência.

2. Escutar. 

Muitas vezes nós apenas falamos com nossos filhos em vez de conversar com eles. Isso significa que não os escutamos o suficiente. 

À medida que eles crescem, evite a tentação de ditar regras ou interrogá-los sempre. Ninguém quer ser desafiado por cada pequena coisa que fazem. Além disso, fique de olho no que seu filho ou filha diz nas entrelinhas. 

Seu filho parece estar chateado ou frustrado com alguma coisa? Sua filha parece triste ou decepcionada? Quando eles falam sobre um projeto ou uma atividade, enchem o rosto de entusiasmo? Use essa informação não verbal para falar e ter uma conversa real em vez de uma sessão de perguntas e respostas.

3. Não julgue. 

Quando você está ouvindo o que seu filho ou filha lhe diz, preste atenção, mas evite julgar. Isso não se refere apenas às suas decisões, mas ao que você diz aos seus amigos. 

Os adolescentes muitas vezes se queixam de que não podem dizer nada aos pais porque não os entendem ou criticam por tudo. Então, se concentre em deixar seu filho ou filha falar com você para saber o que acontece em sua vida, mesmo que você não goste do que ouve. Então você pode refletir sobre quais são os passos a seguir.

4. Um relacionamento baseado na confiança mútua. 

É claro que isso não cresce nas árvores ou se constrói de um dia para o outro. À medida que seu filho cresce, você precisa confiar nele o suficiente para começar a tomar suas próprias decisões quando não estão com você. 

Mesmo se você cometer um erro, seu esforço deve ser canalizado para dar a você as ferramentas para corrigir seus erros, assumir responsabilidades e aprender com suas experiências. Permita que seu filho encontre a solução para seus problemas.

Quando você superproteger ou controlar cada ação, você a impede de desenvolver aspectos muito necessários de sua personalidade, incluindo força e senso de responsabilidade. 

Além disso, ao confiar nas habilidades de seu filho, você o ajuda a aumentar sua autoestima e a sentir que ele é capaz de resolver seus problemas.

5. Amor incondicional. 

Eu sei que há muita conversa sobre o amor incondicional, mas eu acho que não é entendido como deveria ser. Seu filho precisa sentir que seu amor não está sujeito a nenhuma condição, mesmo quando você não concorda com suas ações ou decisões. 

Nossos filhos precisam saber que nosso amor não depende de suas notas na escola, suas realizações esportivas, sua aparência física, o número de amigos que eles têm, ou se eles nos dão prazer. 

É verdade que nos sentimos mais felizes quando superam nossas expectativas, mas as crianças não devem sentir que vamos amá-las menos quando não atingirem as metas pelas quais ansiamos.

O que você acha que é o presente mais importante que podemos dar aos nossos filhos?

Deixe uma resposta