5 Sinais Que Indicam Que Você é Uma Mãe Tóxica

You are currently viewing 5 Sinais Que Indicam Que Você é Uma Mãe Tóxica

Mães tóxicas são aquelas que podem machucar muito seus filhos, sem querer, com atitudes destrutivas ou prejudiciais.

Ser mãe é algo belo e complexo, mas há algumas mães que têm uma concepção muito negativa sobre a vida e o problema é se elas transmitem isso aos filhos. 

Mãe tóxica: 5 sinais que provam isso

As mães tóxicas são muitas vezes muito controladoras e superprotetoras com seus filhos. 

Elas acreditam que, porque estão fazendo isso, estão indo bem, mas não percebem que é o oposto.

Em geral, as mães têm grandes receios sobre o que seus filhos farão com suas vidas e não precisarão mais delas.

Neste artigo vamos te mostrar os sinais que indicam que uma mãe é tóxica:

1- Controle excessivo

A mãe tóxica tem a necessidade de controlar todos os aspectos da vida da criança. E elas acreditam que esse controle é um modo de afeto para com o outro.

As decisões das crianças nem sempre coincidem com o que a mãe gostaria ou deseja e aquelas que são excessivamente controladoras podem ficar muito perturbadas quando isso acontece.

2- Manipulação

Algumas mães usam uma técnica um pouco hostil que é manipulação emocional e isso pode ocorrer quando a criança é independente.

Esse tipo de mulher não pode aceitar essa independência e fica ofendida e se mostra magoada ou rejeitada, fazendo com que a criança sinta culpa e talvez mude de ideia. 

3- Autoritarismo

Em casa, você sempre tem que fazer o que ela diz e não há lugar para as crianças pensarem de forma diferente. 

As mães tóxicas querem escolher com quem o seu filho se junta, que carreira devem estudar, onde devem ir, que trabalho querem ter, com quem devem estar emocionalmente ligadas, etc. 

4- Colocam em crise a autoestima

As mães tóxicas tendem a marcar a importância de sua pessoa na vida de seus filhos. Elas tendem a lembrá-lo de que, se não fosse por eles, eles não existiriam e não seriam o que são.

Elas tiram a autoconfiança de seus filhos e é um fato muito difícil de reverter e ao longo dos anos isso afeta seriamente as pessoas.

5- Projeta seus desejos em seus filhos

Aquelas mães que deixaram tudo para criar seus filhos podem ter deixado de lado seus sonhos e vão querer que eles cumpram os sonhos por elas.

Isso pode ser muito complicado, já que são pessoas diferentes e provavelmente querem coisas diferentes. A mãe tóxica não vai entender e vai lutar contra isso.

Como agir diante de uma mãe tóxica?

Se você acha que é uma mãe tóxica ou tem uma mãe tóxica, a primeira coisa que você deve fazer é conscientizar sobre isso. Uma vez feito, repense sobre isso, o diálogo é sempre a melhor solução.

É um processo de transformação que pode levar tempo, mas assim que você puder trabalhar nisso, antes você terá um vínculo mais agradável e feliz com sua família. 

Este post tem 24 comentários

  1. Amanda

    Texto interessante, apenas acredito que deveria ser renomeado para: “mãe/pai tóxico”, pois esse mesmo caso infelizmente também ocorre do lado paterno.

    1. Eu sou tóxica, mas com a ajuda de Deus vou conseguir ser melhor! Vou me policiar todos os dias! Me preocupo demais e isso faz é mal pra mim e meu filho, sou muito ansiosa relacionado ao futuro do meu filho.

  2. Fátima

    Sou uma mãe tóxica mas não é de propósito tenho medo que meus filhos sofram. Quero ser diferente até porque sofro em ser assim me pego exagerando e paro mas depois estou fazendo tudo de novo me ajude.

    1. Maria

      Só você pode mudar isso,tenho uma mãe tóxica,e juro.. é horrível, desenvolvi ansiedade por culpa dela, tenho muita muita dificuldade em mim tomar,tenho uma autoestima muito baixa, sempre me sinto insuficiente e tenho medo de fazer qualquer coisa, ela controla tudo tudo tudo mesmo,tem coisas que nem eu sabia que tinha como controlar e ela controla, não deixa eu sair não deixa eu ter amigos, até deixa,só dois, e mesmo assim não deixa eu sair com nenhum.tenho 14 anos, sou obrigada a seguir a religião que ela quer, juro que eu nunca fiz nada de errado na minha vida toda, e mesmo assim…

      1. Maria

        tenho muita dificuldade em me enturmar***

    2. Lilian

      Acho que temos que viver um dia de cada vez , tentando acertar. Pois tudo que fazemos, acertando ou errando, sempre é por amar demais nossos filhos. Acredito que exercícios de respiração para nos acalmar no decorrer do dia ajudam. E a oração tem muita força na nossa mudança para sermos mães melhores a cada dia.

  3. Ilone Clezar

    Cuspida e escarrada…a minha mãe! Agora, depois de adulta é que vejo isso. Quando criança eu só sentia medo dela. Mais tarde sentia ódio. Por fim desprezo.
    Carrego traumas por culpa dela.

  4. Ana

    Perdoe a sua mãe, ela provavelmente não sabe de certas coisas que você sabe. Não digo que ela está certa, mas tente propor uma terapia entre mãe e filha, se ela REALMENTE não quiser resolver… siga em paz e em frente Ilone.

  5. Tania

    Minha mãe era assim, e não foi fácil. Mas depois de adulta aprendi a ser o oposto dela e minha relação com minha filha é ótima. No final, consegui tirar uma boa lição dessa relação tão difícil e tóxica

  6. Viviane

    Faça terapia urgente antes q seja tarde.

  7. Mia

    As vezes eu me pergunto se eu realmente deveria estar na vida da minha mãe de tão tóxica que ela é, ela foi um dos principais motivos de eu ter desenvolvido ansiedade, problemas de autoestima, pânico, crise existencial, problema em socializar, traumas e uma mente não muito saudável as só quero sumir ou ir para bem longe de todo mundo onde eu possa ser independente

  8. Marcia

    Xiiiii
    Todas as Mães são tóxicas e não sabia, eu mesma sou uma mãe tóxica incurável.

  9. Daiane

    Minha mãe todinha, exceto por um 9u outro detalhe, eu odeio isso, felizmente já tenho 18 anos, quero arrumar um emprego fixo e sair logo de casa pra ir morar sozinha, já não aguento mais

  10. 5 sinais

    Agora tem dessa pais tóxicos meu Deus oq é isso pais não podem se preocupar ficar nervosos exagerar do pq faltava rs

    1. Ravênia de Souza Roque

      Pais são pessoas, e sim podem ser tóxicas. As pessoas tendem a ignorar as crianças e como elas se sentem, e essas crianças serão adultos com diversos problemas psicológicos, afetando sua vida pessoal, social, profissional. Matérias como essas não são uma verdade absoluta, são feitas para trazer reflexão e melhorar como ser humano. Pais não são seres divinos incontestáveis, cometem diversos erros na educação familiar.

      1. Lucimara

        A minha é um lixo, só me coloca p baixo , vive jogando praga , tudo das outras pessoas é o melhor p ela. Se eu compro uma moto, a dos outros é melhor, se eu compro um carro , a dos outros é melhor. Faço uma festinha p aniversário do meu filho tudo ela põe defeito. Se ela é convidada p ir na festa de alguém só sabe sair de lá falando mal das pessoas. As pessoas só servem p ela qndo ela precisa , depois ninguém mais presta. AFF quero distância de uma mulher assim. Faz mal p o meu filho e p mim.

  11. A minha mãe é exatamente assim. Desenvolvi ansiedade, panico e depressão por causa dela. Ela tenta me controlar desde criança com chantagem emocional e me trata como propriedade dela. Nos últimos dois anos depois que sofri um acidente, ela se aproveita da minha condição debilitada para controlar tudo na minha vida, ate minhas contas bancárias. Ela não considera a minha opinião em nada que envolve a minha própria vida, já tentei conversar e falar o quanto esse comportamento dela é toxico e me faz mal , mas ela diz que eu sou uma ingrata, sinceramente n sei mais o que fazer.

  12. Helena

    Não é facil nos dias que correm sermos pais. Acredito que nesta relação todos nós enquanto pais temos um bocadinho de toxicidade na forma como lidamos e vivemos as situações com os nosso filhos. O importante é conseguirmos refletir se não estamos a exagerar na forma como atuamos e tentar fazer diferente. Muitos de nós como pais transmitimos aquilo que assim foi dado a nós e não conhecemos outra maneira de o fazer, mas é importante refletir e procurar outras formas. Tudo na vida é uma aprendizagem constante e é importante estarmos recetivos às opinioes dos nossos filhos, pois muitas vezes também precisamos aprender com eles para crescermos.

  13. Alceni Pereira de Oliveira Santos

    Lendo essa texto descobri que sou tóxica, minha filha me odeia deve ser por isso,com medo que ela sofresse fui muito protetora,tenho um de 15 anos estou fazendo a mesma coisa queria mudar mas tenhoedo desse mundo mal é fazerem maldade com meu filho

  14. Bruna

    Alguns traços de autoritarismo faz com que a criança não consiga se expressar, hoje em dia tento não ser tão autoritária, é obvio que crianças precisam de regras, respeito, precisam cumprir seus deveres e tarefas, mas precisam de espaço para que consigam se expressar, e em um ambiente de manipulação, autoritarismo, agressividade a criança se perde ao medo, e o pior relacionamento que um filho tem com seus pais é o medo de se expressar, eu vivi isso na minha infância e adolescência e sei o tamanho do peso que me trouxe na fase adulta, é o erro que não quero cometer com a minha filha. Posts como esse ajudam a identificar em nós o que muitas vezes não vemos. Bacana!!

  15. Isamol

    São matérias, e muitos dos comentários, como esses que mostram a geração fraca emocionalmente que está sendo formada. Essa mania de “meus filhos não vão “sofrer” o que sofri” que está formando uma geração emocionalmente fraca, dependente e “mimizenta”. Não estou dizendo que tenha que se traumatizar os filhos, que espancar é a solução e etc… Porém regras fazem parte, ensinar faz parte da educação. Muitos pais, atuais, tendem a “terceirizar” a educação dos seus filhos à outras pessoas. Depois que crescerem e tiverem as próprias vidas, ai sim… não se meta na vida dos filhos. Importante, não interfira na educação dos netos.
    Lembre-se: é melhor ir deixando saudades do que deixando alívio. Ame seu genro e Nora, se possível for… kkk kkk.. seu filho(a) quem fez a escolha. E nunca tome partido ou opine no casamento deles. O problema dos seus filhos, são deles. A não ser.que seja agressão, maus tratos ou coisas do tipo…

  16. Jacqueline aparecid

    Tenho 6 filhos, coloco eles nas mãos de Deus e descanso, se Deus não puder fazer nada, muito menos eu.

  17. Descobri a dois meses vendo uma entrevista de uma psiquiatra dr Ana Beatriz,em um podcast que minha mãe é tóxica. Hoje tenho 39 anos, e passei exatamente 39 anos me culpando por minha mãe não demonstrar afeto, sempre me dizer que não sou capaz, que não estou a altura de realizar meus projetos, ela nunca torceu por mim, sempre dizendo que eu estava querendo algo além do meu merecimento ou intelecto. Até quando eu tirava notas boas ela nunca elogiou sempre dizendo que devo ter colocado na prova, e que eu deveria me esforçar mais pois estava claro que eu não era capaz daquela nota. Quando alguém me elogiava dizendo que eu era uma criança bonita, ela esperava a pessoa sair e me dizia pra não acreditar no elogio que foi feito por cordialidade, que eu era feia pois tinha a boca de preto igual do meu pai e o cabelo amarelo e duro. Quando ela brigava com meu pai ela sempre descontava em mim e nos meus irmãos, ela joga pragas e maldições em nós. Até hj ela diz que nós criou por dó, que acabamos com a vida dela e não a valorizamos, que nunca seremos felizes etc. Se for contar tudo dá um livro.
    O fato é que sempre senti vergonha dos outros saberem disso, sempre pensei que eu deveria ser um monstro pois nem minha mãe gosta de mim como alguém poderia gostar ainda mais se soubesse de tudo. Porque ela sempre falava pras pessoas que eu não era uma boa filha, que eu tinha o sangue ruin do meu pai. Meus 4 irmãos se afastaram dela permanentemente, eu nunca consegui, sempre ligo pra saber como ela está hj com 75 anos mas não mudou nada. Só Deus sabe como sou problemática por isso, tenho depressão, auto estima baixa e etc. Mas sou mãe de 3 filhos e consegui ser uma boa mãe, sempre encorajo eles a fazer o que querem com responsabilidade, sou amiga e dou muito amor. Pois eu sei a importância do amor de uma mãe para os filhos. Meus problemas psicológicos eu tento reprimir. Ainda sinto pena de mim mesma as vezes, me sinto triste e infeliz, mas agora eu entendo que não fui uma filha ruim, só tive o azar de ter tido uma mãe tóxica e um pai que nunca nos defendeu dela.

Deixe um comentário