6 Cuidados necessários para que sua suculenta não morra

You are currently viewing 6 Cuidados necessários para que sua suculenta não morra

Suculentas, essas plantas maravilhosas, se tornaram as mais escolhidas e as mais vistas em todas as casas e até na decoração de muitos restaurantes, bares, escritórios e casas de decoração. É uma planta super resistente e forte que você vai adorar ter com você.

E embora sejam escolhidas pela sua beleza e pela simplicidade dos seus cuidados, é verdade que é preciso considerar alguns cuidados necessários para que as tuas suculentas não morram. E no artigo de hoje vamos compartilhar alguns deles para que você tenha plantas super saudáveis ​​e lindas.

1. Iluminação constante

Essas lindas plantas são como cactos e precisam constantemente de grandes quantidades de luz. Dependendo do tipo de suculenta, você sempre precisará de luz direta ou pode preferir mais luz indireta

Mas é importante saber que são plantas com grande exposição solar e que isso faz parte das suas necessidades básicas ao longo do ano para não morrerem. Portanto, lembre-se de deixar sua suculenta do lado de fora ou perto da janela para que ela receba sua cota de luz constante.

2. Irrigação adequada

As suculentas têm grande capacidade de absorção de água ou umidade do próprio ar e por isso não precisam de grandes quantidades de água ou irrigação constante. Dependendo da estação, o número de vezes que será regada pode variar, mas nunca será frequente.

Se a suculenta estiver em uma estação de temperatura bastante baixa, será bom regar uma vez a cada 15 ou 20 dias. Por outro lado, se a planta estiver em climas bastante quentes ou intensos, ela precisará de irrigação aproximadamente 1 vez por semana. É importante regar sempre diretamente no solo e não nas folhas, mas nunca encharcado.

3. Verifique a drenagem de água

As suculentas são plantas muito especiais pela sua capacidade de absorver a água e preservar tanto nas folhas como no caule (por isso têm aquela estética carnuda). E isso também é possível graças à drenagem da água.

O escoamento da água na planta ocorre em função do tipo de solo que ela possui, que seja aerada e porosa permite que a água percorra bem o seu caminho, dando hidratação às raízes. Então a planta vai eliminar o que não precisa. A drenagem adequada garantirá uma boa vida para sua suculenta.

4. Coloque em um solo misto

Suculentas requerem solos simples, pois são plantas que têm a capacidade de crescer em rochas, árvores, areia e muito mais. Por isso, é importante que as suculentas tenham um solo simples mas misto.

As misturas mais adequadas para que as suas suculentas não morram são com uma parte de substrato universal, outra parte de areia e outra parte de solo de jardim. A areia que você escolher deve ser areia de não construção porque vem do mar e pode conter sal, que não é necessário para sua suculenta.

5. Controle de temperaturas

Suculentas, embora sejam plantas muito resistentes a um amplo espectro de temperaturas, é verdade que não se sentem confortáveis ​​com temperaturas inferiores a 6 graus ou superiores a 25 graus no inverno.

Se as plantas forem expostas a temperaturas mais baixas podem morrer e se estiverem a temperaturas mais altas podem impedir os processos de descanso do inverno. Por outro lado, no verão suportam altas temperaturas sem problemas, desde que tenham hidratação e ventilação.

6. Podá-las quando necessário

Cada planta precisa ser podada para crescer mais forte e saudável, especialmente se encontrarmos partes danificadas, doentes ou murchas da planta. No caso das suculentas, devemos eliminá-las para que a planta cresça saudável.

Além disso, a época da poda pode ser uma excelente desculpa para você reproduzir suas suculentas, pois são super fáceis de reproduzir na poda de uma folha ou de um caule, além de ser uma bela experiência de vida que você não deve perder.

Deixe uma resposta