6 Motivos Pelos Quais Você Não Deve Sacrificar Tudo Por Seus Filhos

6 Motivos Pelos Quais Você Não Deve Sacrificar Tudo Por Seus Filhos

Superproteger nossos filhos não é nada bom, isso causa muito dano no futuro!

Mas, muitas vezes cometemos grandes erros, especialmente quando nosso primeiro e único filho nasce, e concentramos tudo neles, deixando nossas próprias vidas de lado.

Você tem que saber que seus filhos, quando chegar a hora, sairão de casa para poderem seguir a própria vida.

Em seguida, mostraremos 6 motivos muito específicos, que mostrarão por que você deve cuidar de si mesmo tanto quanto de seus filhos.

6 Motivos para não sacrificar tudo por seus filhos

1 – Cuidar de si mesmo não é um ato egoísta

Quando a criança nasce e à medida que crescem, nos primeiros anos, sabemos que eles exigem muito mais do nosso tempo, mas isso não significa que temos que deixar nossa própria vida de lado.  

Talvez não seja tão fácil. Procure um tempo, pinte as unhas, passe um tempo hidratando o cabelo, faça uma boa massagem que o relaxe, isso te deixará relaxada e em melhores condições, para continuar fazendo tudo o que eles exigem.

Então, sair para tomar um café com uma amiga, ler um bom livro ou apenas tirar uma boa soneca é a melhor coisa que você pode fazer por si e pelo bem-estar de seu filho.

2- Em algum momento eles farão o seu próprio caminho

Eles seguirão sua própria vida, então porque você tem que deixar de seguir a sua?

Sua vida passará pelo estudo, pelas saídas e assim chegará a amar e tentar completar formando sua própria família, pois você terá que se preparar para esse momento e uma maneira é aprender a ter seus espaços e continuar crescendo.

3- Não negligencie o seu casamento

Para você se desenvolver como mãe, você começou tendo um parceiro, aquele que acompanhou você ao longo desta jornada. 

Mas às vezes priorizamos nossos filhos e é muito comum negligenciar nosso marido. Nossos filhos são o fruto do amor, criá-los é a tarefa de ambos, é como um esforço de equipe. Portanto, o saldo depende de você. 

Podemos atender a nossa tarefa com nossos filhos e ainda mais atender ao nosso parceiro e continuar a construir o nosso futuro.

4- Síndrome do Ninho Vazio

Essa síndrome é comum e acontece com a maioria de nós. Mas depende de você que nesta fase você possa superar com lógica e conforme apropriado. 

Quando as crianças saem e a casa está mais sozinha, nos sentimos abandonados, nos sentimos mais sozinhos e vamos tentar começar a desenvolver tarefas que ocupam nosso tempo para sair desse estado.

Mas, se dedicamos nossas vidas à superproteção, literalmente deixamos nossas vidas de lado para cuidar delas, estaremos em apuros, porque não conseguiremos encontrar nosso espaço.

5- Crianças não são para sempre

As crianças são independentes de nós. Eles têm e terão seus próprios pensamentos, crenças e projetos. Não há nada mais bonito do que ver como eles são definidos na vida das situações que eles viajam, conseguem seu primeiro emprego, têm sua primeira entrevista, etc.

Você como mãe, deve criar seus filhos no melhor caminho, mas você não é seu dono. Eles terão que fazer sua própria vida, assim como você terá que fazer a sua.

6- Sonho não cumprido, frustração garantida

Ninguém lhe diz o que você tem que fazer, na verdade, você fará o que acha que deveria. Mas, você tem que saber que qualquer sacrifício que fizer hoje terá suas consequências amanhã. Há mulheres que deixaram seus empregos para criar seus filhos, outras que deixaram o estudo de lado. 

Tudo o que você deixar hoje amanhã será difícil para você retomar. Viva o presente sem negligenciar seus sonhos. Equilibre sua vida para ajudar no desenvolvimento de seus filhos.

Você concorda?

Deixe uma resposta