7 atitudes dos pais que impedem que os filhos se tornem bem-sucedidos


Crescer nunca é fácil, e tanto como filho quanto como pais, temos um enorme obstáculo diante não só da nossa formação, como também diante a formação daqueles que estão sob a nossa responsabilidade.

Contudo, nem sempre existe a capacidade de ser ver o quanto podemos proteger nossos filhos, para que assim, possamos não só os educar, como também os preparar adequadamente para os desafios do mundo.

O Doutor Tim Elmore, explica em seus livros os comportamentos que são prejudiciais para o crescimento dos filhos, além de explanar como essas práticas vem se tornando cada dia mais comuns. Doutor Elmore é palestrante internacional, escritor e fundador da organização Growing Leaders, que tem em sua meta formar jovens líderes que saibam reconhecer seus talentos e usá-los da melhor forma.

Nos seus livros, Doutor Elmore explana 7 pontos principais que não auxiliam na formação de bons cidadãos e excelentes líderes. Separamos estes pontos para que você possa se atentar e passar a não os praticar mais em sua casa. Confira:

1. Falar e não dar exemplo do que falamos

Nossos filhos aprendem muito mais nos observando, do que escutando os conselhos que damos.

Se você deseja criar um bom líder e cidadão, atente-se para verificar se está cumprindo com tudo o que deseja que seu filho aprenda.

Seja seu primeiro exemplo, e sem demora seu filho irá aprender a ser uma pessoa excelente para o mundo.

2. Não conversar com seu filho sobre seus erros do passado

A frase “Errando é que aprende” nunca irá fazer tanto sentido quanto neste momento. Devemos sempre ser muito francos com nossos filhos, e mostrar que os erros existem para que possamos aprender e enxergar novas saídas e perspectivas.

Não tenha vergonha ou medo de expor os erros de seu passado, afinal, foi através destes erros que você amadureceu e se tornou o que é hoje. Com seu filho não será diferente, acredite.

3. Não dizer não pelo medo da futura culpa

Com a mudança através dos anos do estilo da sociedade, e consequentemente da forma que são educadas as novas crianças, muitos pais acabam permitindo que o filho faça tudo que lhe der na teia, sem utilizar o não quando necessário.

Não deixe que o medo de se sentir culpado, o impeça de ser um bom pai e dizer quando for indispensável. Seus filhos não crescerão traumatizados se você por vezes disse um “não agora” ou simplesmente “não”.

Deixe que eles possam entender que há momento para tudo, e que principalmente eles devem lutar para conseguir seu objetivo.

4. Elogiar seu filho, mesmo quando ele não merece

Que o reforço positivo sempre deve existir, é fato, mas, não é favorável ter esse comportamento sempre.

Ensine seu filho que perder é natural, e que nem sempre ele estará correto ou será vencedor. Pais sábios ensinam seus filhos a lidar com a derrota, e não a serem sempre vencedores.

5. Não deixar que seus filhos se arrisquem

Muitos pais por extinto de superproteção acabam por criar os filhos dentro de gigantescas bolhas, e tudo isso não pelo medo da criança, e sim pelo medo dos pais de os perdê-los, os ver feridos ou magoados.

É necessário deixar que seus filhos sejam desde bebês minimamente independentes, a fim de que no futuro, possam ser adultos sensatos, que saibam lidar com as falhas e tenham uma boa autoestima, afinal, assim como dito antes, com a experiencia, quedas e fracassos vem a sabedoria.

6. Prestar socorro muito rápido e sem necessidade

Como dito no tópico 5, é necessário deixar que seus filhos caminhem de forma independente, assumindo os riscos por isso. Portanto, deixe que ele caia as vezes e possa se levantar sozinho, em todos os aspectos da vida.

Soltar um “Não foi nada meu filho, levanta-se e faz de novo!” não irá fazer mal algum, mas, imediatamente correr e levantá-lo sem que ele precise de fato da sua ajuda, irá criar pessoas de personalidades acomodadas e irresponsáveis. Esteja sempre atento as suas ações, e não haja de forma precipitada.

7. Acreditar que seu filho é maduro apenas por ser inteligente, talentoso e influente

Esse tipo de comportamento dos pais á algo muito corriqueiro, e com certeza um dos mais prejudiciais para a formação dos filhos.

Muitos desses responsáveis, acreditam que pelo seu filho ter uma inteligência acima da média, o mesmo já possui maturidade psicológica para enfrentar o mundo como alguém mais velha do que ele é.

Além de incumbir responsabilidades superiores às do seu filho ao mesmo, esse comportamento pode adiantar o processo de independência, ou até mesmo atrasar, caso os pais ainda tratem a criança como um bebê.

Esteja sempre atento ao comportamento dos seus filhos, e vá atribuindo responsabilidades de acordo com o crescimento da sua criança, nunca mais ou menos do que se deve, sempre na medida certa.

Com esses pequenos ensinamentos você pode ajudar seu filho a se tornar um pequeno líder desde sua infância, o auxiliando a progredir e ser um futuro adulto responsável, honesto, carismático e autossuficiente.

Procure sempre o cercar de amor e compreensão, e deixe que no momento certo ele abra as asas e consiga seguir sozinho o seu novo voo.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *