8 Consequências Da Diabetes Mal Controlada – Fique Atento a Sua Saúde

8 Consequências Da Diabetes Mal Controlada – Fique Atento a Sua Saúde

Por que é necessário saber sobre as consequências do diabetes mal controlado?

Por um lado, é importante devido ao fato de que devemos entender em profundidade os riscos da hiperglicemia crônica. E, por outro lado, procuramos que os pacientes não os minimizem. 

Para estar alerta e capaz de “defender a nós mesmos”, é importante saber o que estamos enfrentando a cada dia.

O excesso de açúcar no sangue, é responsável pelas complicações do diabetes. Essa sobrecarga de açúcar se acumula lentamente em nossos tecidos e nossas células causam danos ao nosso corpo.

Nos vasos arteriais do nosso corpo, o excesso permanente de açúcar leva a diminuir a passagem do sangue neles. Como resultado, menos oxigênio e nutrientes são transportados, algo que faz com que os órgãos funcionem mal.

Veja abaixo quais são as consequências do diabetes mal controlado:

1) Problemas de visão:

A diabetes pode levar à deterioração progressiva da visão. 

Também pode causar a formação de catarata ou glaucoma, levando à perda total da visão. 

Os distúrbios oculares são a complicação mais frequente do diabetes. 

Praticamente todas as pessoas com diabetes tipo I desenvolvem problemas de visão, enquanto 60% das pessoas com diabetes tipo II são afetadas. A retina é a parte do olho mais afetada, embora também atinja outras partes.

2) Risco de infecções da pele:

O aumento da glicose no sangue contribui para aumentar o risco de infecções que muitas vezes se tornam difíceis de curar. Infecções na pele são comuns com o consequente atraso da cicatrização.

3) Problemas renais:

A nefropatia é uma condição que muitos pacientes afetados pelo diabetes desenvolvem. 

O tecido do rim é uma multiplicidade de pequenos vasos sanguíneos que formam um filtro cuja função é remover as toxinas e outros resíduos de sangue. 

Uma vez que a diabetes causa problemas vasculares, estes pequenos vasos nos rins podem ser afetados ao ponto de criar uma deterioração progressiva dos órgãos manifestadas por vários problemas variando de insuficiência renal para doença renal irreversível. 

4) Fígado Gorduroso:

Outro problema que o diabetes provoca tem a ver mais uma vez com a dificuldade que o corpo enfrenta quando não consegue lidar com a quantidade de açúcar consumida. Uma dessas consequências é a gordura no fígado.

Em geral, essa condição não apresenta sintomas claros e só é percebida quando a fadiga crônica e a dor na região são detectadas durante os check-ups médicos.

Não há tratamento específico para a gordura no fígado e, em muitos casos, essa condição geralmente é revertida, com mudanças nos hábitos alimentares e redução de peso. 

Evite o consumo de bebidas alcoólicas e medicamentos que possam danificar o fígado. É importante combinar essas mudanças com a prática de alguma atividade física.

5) Problemas nos pés:

Risco de amputação. Existem duas razões pelas quais o diabetes pode levar à amputação de um pé ou perna. 

Como consequência da contração dos vasos sanguíneos, a circulação nas extremidades inferiores do corpo pode ser afetada. 

Isso significa que, se você tiver cortes ou irritações nos pés ou nas pernas, eles podem levar mais tempo para cicatrizar ou piorar. Além disso, se o diabetes causa distúrbios no sistema nervoso, você pode até sentir dor nos pés. 

Irritações que você não conseguiu detectar podem ser infectadas e levar a uma inevitável amputação.

6) Problemas dentários:

Complicações dentárias devido ao diabetes escondem outro problema que pode levar a consequências mais sérias. 

Alguns deles são cavidades, gengivite e periodontite que podem causar infecção bucal generalizada, inflamação oral e perda dentária.

7) Doenças cardiovasculares:

Diabetes contribui para o aparecimento de doenças cardiovasculares. 

Eles são duas a quatro vezes mais frequentes em diabéticos do que na população geral. Uma taxa muito alta de glicose no sangue contribui para a coagulação do mesmo. 

Com o tempo, o risco de obstrução dos vasos sanguíneos pode levar a ataques cardíacos ou derrames. Idade, hereditariedade, hipertensão, obesidade e tabagismo aumentam esses riscos.

8) Neuropatia:

Problemas no sistema nervoso central. Este é o nome dado às condições que atingem os nervos e que se originam como resultado da má circulação sanguínea, ou seja, uma oferta insuficiente de oxigênio para os nervos e um alto nível de glicose que altera a estrutura do sistema nervoso. 

Muitas vezes, os pacientes sentem ardor, ardência, perda de sensibilidade e dor que se manifesta primeiro nos dedos das mãos ou pés e, em seguida, chegar a outros membros. 

A neuropatia também pode afetar os nervos que controlam a digestão, a pressão sanguínea, a frequência cardíaca, os órgãos sexuais e a bexiga.

Devemos ter em mente que quanto mais cedo o diabetes aparece na vida de uma pessoa, maiores os riscos e as complicações aumentam. No entanto, é muito possível atrasar ou prevenir a maioria das complicações se for aplicado um controle rigoroso da glicose no sangue e o tratamento for iniciado completamente.

Não esqueça de compartilhar esta informação importante!

Deixe uma resposta