8 Dicas Para Levar Uma Vida Minimalista

8 Dicas Para Levar Uma Vida Minimalista

Dar o primeiro passo em direção a uma vida minimalista é a coisa mais simples. Afinal de contas, todos nós temos coisas que não são úteis, mas que não queremos nos livrarmos

O mais complicado é ir além e manter um estilo de vida que siga esses padrões.

Essas dicas vão te ajudar a abraçar o minimalismo no seu dia a dia e aprender que: viver com menos coisas, é viver melhor!

Diga adeus ao que você não precisa mais:

Decidir o que é útil e o que não é, isso é um problema para a maioria das pessoas por causa do apego emocional ou a sensação de que em algum momento da vida eles vão usar esse objeto. 

Há duas perguntas que tornarão mais fácil para você se livrar das coisas. São as seguintes:

  • Eu realmente preciso disso?
  • Eu usei isso em 6 meses?

Se a resposta for negativa, você já tem um candidato para desaparecer da sua vida.

Não se apegue a objetos, pelo menos não a todos

Estamos presos a objetos pelas memórias que eles nos trazem e os conservamos por uma mistura de amor e medo para esquecer esse sentimento. Em outras palavras, não nos importamos com o objeto, mas com a memória.

As memórias não desaparecem se livrando do objeto relacionado a ele, mas se você ainda não estiver pronto para separar os dois conceitos, pode optar por uma solução intermediária: tirar uma foto.

Aposte na ordem em casa

Desordem e caos são inimigos naturais do minimalismo. A organização ajudará você a ter uma vida minimalista e a maneira de fazer é mais simples do que você imagina. 

Comece simplificando a decoração dentro da casa. Quanto menos coisas, mais fácil será ter tudo em ordem.

Pratique essa regra simples: cada objeto deve ter um uso e um lugar dentro da casa. Uma vez usado, volta ao seu lugar.

Diga adeus aos objetos duplicados

Esse foi o meu primeiro passo para o minimalismo. Joguei fora tudo o que eu tinha mais de um, isso inclui roupas parecidas, objetos, acessórios…

Aplique a regra do: Entra um, sai um

Se você é minimalista com o que você já tem, por que não estar com o que você consome? A adoção do minimalismo também ajudará você a controlar suas compras. 

A maneira mais fácil de fazer isso é com uma regra que os pais sabem muito bem: “um entra, sai um”.

Basicamente, para colocar um objeto em casa, outro deve sair. Para as crianças são aplicadas a brinquedos e você pode usar para roupas, por exemplo, ou para dispositivos tecnológicos.

Na verdade, essa regra é apenas um truque. O importante é que você seja mais cuidadoso com suas compras, assim você não precisa estar constantemente jogando coisas ou preenchendo aquele espaço que lhe custou muito para esvaziar.

Simplifique a tecnologia

Os celulares de hoje podem fazer tudo. Certamente você não precisa de um mp3 e nem de um Tablet se tiver um celular. 

Aproveite a tecnologia para simplificar sua vida e não o contrário. Lembre-se de que quanto mais aparelhos você tiver, maior será o custo de manutenção.

Você pode aplicar isso a todos os seus arquivos digitais.

Evite espaços de acumulação

Há coisas que você não quer jogar fora, mas que você não quer ter em vista também. Quando isso acontece, recorremos a gavetas e armários. Sua missão é manter as coisas e são realmente úteis, desde que sejam usadas corretamente.

Se você quer salvar algo só porque não quer vê-lo em casa, talvez seja um sinal de que esse objeto não deveria estar com você.

Nesta mesma linha, tenha o cuidado de encher a casa com espaços de acumulação e ver onde você deixa as coisas. 

Para um amigo ter dois sofás era uma boa ideia para ver televisão mais confortável e ter espaço para os visitantes, até perceberem que um dos sofás tinha se tornado um acumulador de casacos, mochilas e tudo mais.

Seja claro sobre quanto vale o seu tempo

Assim como somos viciados em gastar dinheiro, também gastamos tempo. 

Uma parte essencial do minimalismo é se reconectar com você e suas necessidades, o que também se aplica ao seu tempo. Seu tempo é limitado e é por isso que você deve aprender a dizer não e estruturar em torno do que realmente importa. 

O primeiro passo é saber quanto vale o seu tempo.

Verifique suas necessidades e faça uma limpeza anual

Basicamente, faça uma limpeza completa da casa, incluindo armários ou cômodos que normalmente não limpam regularmente.

O primeiro deve ser o guarda-roupa, é o momento ideal para fazer e avaliar seu progresso novamente em sua vida minimalista.

Deixe uma resposta