9 Alimentos Que Podem Matar o Seu Cachorro – Eles Jamais Podem Comer Isso

Você está visualizando atualmente 9 Alimentos Que Podem Matar o Seu Cachorro – Eles Jamais Podem Comer Isso

Tal como acontece com as pessoas, nossos animais de estimação precisam de alimentos variados e nutritivos.

Sabemos que nossos cães geralmente são membros da família, por isso cuidar deles é uma maneira de devolver à lealdade que eles têm conosco.

Não lhe dê os seguintes alimentos:

1) Chocolate: 

Ele contém teobromina, uma substância tóxica para cães. E ao contrário de nós, quanto mais cacau contém mais risco é para eles, uma vez que um pequeno pedaço de chocolate escuro pode causar diarreia, úlceras no estômago e vômitos. 

Além disso, em casos de excesso, o chocolate pode causar doenças cardíacas, tremores e até convulsões, sintomas que não costumam estar associados, pois podem aparecer de 5 a 12 horas após o consumo.

2) Bebidas alcoólicas

Machuca o estômago de nossos cães e gera distúrbios digestivos, como vômitos e dor abdominal, que causam perda de apetite. Além disso, eles podem perder o equilíbrio e se machucar, então, embora os efeitos desapareçam com o passar das horas, pode ser necessário ajudar a eliminar rapidamente.

3) Abacate:

Esta fruta muito saborosa contém uma substância chamada persin, que é inofensiva para as pessoas, mas é tóxico para os animais.

Uma pequena quantidade pode gerar vômitos e diarreia em cães, é importante manter seu animal longe da planta, porque esta substância é encontrada tanto nas folhas como nas sementes.

4) Ossos:

Sim, esse clássico deve sempre ser evitado também, porque, embora pareça inofensivo, há casos de cães que foram feridos e até se afogaram, simplesmente mastigando um osso. 

Embora pareça natural, comer um osso quebrado pode causar graves lesões internas no animal.

5) Cebola: 

A cebola tem a particularidade de atacar os glóbulos vermelhos dos cães, podendo causar anemia. 

Um pequeno pedaço, não importa se é cru ou cozido, mesmo desidratado, pode gerar vômitos, diarreia, falta de apetite e falta de ar.

6) Doces e açúcar:

A maioria dos alimentos doces contém xilitol, um adoçante artificial que ingerir leva a uma diminuição no açúcar no sangue que pode levar à insuficiência hepática.

7) Ovos crus:

Comer ovos crus é potencialmente perigoso para cães e humanos, porque eles podem ser afetados pelo vírus Escherichia coli ou por Salmonella.

Além disso, os ovos crus têm uma enzima que afeta a absorção correta da vitamina B, que pode levar a problemas de pele e perda de cabelo.

8) Produtos Lácteos:

Não importa o quanto o focinho possa descansar no seu colo enquanto você está tomando café da manhã, todos os produtos lácteos podem causar diarreia e distúrbios digestivos, e eles tendem a ser alérgicos. 

Além disso, a cafeína é tóxica para os cães, a ponto de alterar sua frequência cardíaca, causando palpitações, tremores musculares, respiração acelerada, convulsões e sangramento até a morte subsequente do animal.

9) Remédios para humanos:

Tal como acontece com as crianças, devemos evitar que os medicamentos sejam disponibilizados aos cães, uma vez que os analgésicos utilizados para a gripe e as dores de cabeça podem ser fatais para os nossos animais de estimação.

É importante compartilhar essas informações com todos os seus amigos. Muitos não sabem disso, mas colocam a vida de seus cães em perigo.

Este post tem 2 comentários

  1. Maria

    E dipirona ? O veterinário sempre recomenda dar 6 gotinhas qdo meu cão está com dor…mas sei que ele vai ficar mal do fígado então misturo um pouquinho com água….

  2. Maria Aparecida Monteiro

    Estava comendo um pedaço de bolo e caiu um pedaço pequeno no chão e meu amadinho comeu, passou o dia seguinte sem se alimentar, não vomitou, mas ficou muito mal, procurou marinho prá comer não encontrou, dei água com três folhinhas boldo, amassei só um pouquinho, as vezes ele melhora na hora, mas dessa vez não funcionou, vou esperar se até amanhã não melhorar vou levá-lo ao Vet. Prometi q nem eu vou + comer doces,seja ele o qual for.

Deixe um comentário