5 Coisas Que Eu Aprendi Depois De Tirar Um Dente Do Siso – Todos Deveriam Ler Isso

5 Coisas Que Eu Aprendi Depois De Tirar Um Dente Do Siso – Todos Deveriam Ler Isso

A extração de um dente, como tudo, tem algo a nos ensinar. É por isso que aqui gostaria de compartilhar com vocês alguns dos ensinamentos que ele deixou para mim. Talvez eles possam te ajudar também. 

Ainda não sabemos a função do dente do siso; já que seu propósito, hoje em dia, não tem significado.

A maioria, então, deve lidar com os problemas que geram: de cavidades a infecções e outras. 

A extração acaba sendo a solução em muitos casos; e não é um procedimento tão simples em algumas ocasiões.

Mas, como tudo, tem algo para nos ensinar. É por isso que aqui gostaria de compartilhar com vocês alguns dos ensinamentos que ele deixou para mim. Talvez eles possam te ajudar também.

1. Tome uma decisão rápida

Se você tiver dor ou desconforto, não deixe passar o tempo. Algo que você não faz por medo pode ser pior. Visite o seu dentista regularmente para evitar chegar ao ponto em que a dor te obriga a tomara decisão.

2. Preste atenção ao seu médico

Sempre que você passar por uma extração de um dente, siga as instruções do médico passo a passo, não improvise ou deseje voltar à sua rotina normal cedo demais.

3. Observe como todo o seu corpo está conectado entre si

Quando você passa por algo como extrair um dente, pode registrar como tudo em seu corpo está conectado entre si. Como isso afeta seus ouvidos, sua cabeça ou como seu corpo tenta compensar a dor com outras tensões. Uma experiência como essa me ensinou a perceber isso com mais clareza.

4. Descanse

Dê a si mesmo tempo e espaço para se recuperar, não quer fazer como se nada tivesse acontecido. Respeite os momentos do seu corpo e tire tempo para descansar e ficar calmo. Não exija demais.

5. Sempre se ame

Após a extração de um dente, é comum inchar o rosto, lembrando que somos bonitos e perfeitos como somos. Muitas vezes dizemos coisas cruéis, tentando nos aproximar de ideais que não correspondem à realidade. 

Mas quando vivemos alguma experiência como essa, valorizamos aforma como nos vemos, nossas imperfeições, nossas qualidades mínimas. Devemos levar isso como um aprendizado geral. Sempre, e acima de tudo, ame e aceite a si mesmo, por dentro e por fora.

Deixe uma resposta