Compostagem: Aprenda como reciclar resíduos orgânicos em casa!


Cascas de frutas e vegetais, restos de alface, talos de vegetais são alguns dos resíduos orgânicos presentes na maioria das casas. Toda vez que cozinhamos ou fazemos alguma preparação, geramos resíduos que jogamos na lata de lixo. No mundo todo, a realidade é preocupante. Mais de 50% dos 1,25 quilos que cada pessoa gera diariamente correspondem a resíduos orgânicos.

O grande problema é que as pessoas geralmente acreditam que esse tipo de lixo se decompõe sem impacto. No entanto, quando chegam a aterros sanitários, se degradam lentamente, ou seja, sem a presença de oxigênio. Isso produz a emissão de gases de efeito estufa, altamente poluente para o meio ambiente.

No entanto, quando o lixo orgânico é gerenciado de maneira correta e sustentável, ele pode ser transformado em nutrientes (fertilizantes) ou energia. Como eles não são destinados a aterros, as emissões de gases de efeito estufa não são geradas.

Como podemos reciclar esse lixo?

A melhor forma é tendo uma composteira em sua casa. Uma composteira é uma caixa na qual você insere seus resíduos orgânicos e eles são degradados e se transformam em adubo.

O que é uma compostagem?

A compostagem é um processo biológico que ocorre na presença de oxigênio e transforma resíduos orgânicos em um composto para plantas. O composto é um produto natural, visualmente como a terra, rica em nutrientes para jardim, plantas ou pomares.

O que você pode compor?

  • Materiais verdes: restos de frutas e legumes, nozes, folhas de chá, casca de ovo…
  • Materiais marrons: galhos, folhas de jardim (secas) e restos de poda, caixas de ovos em pedaços pequenos, cortiça, serragem, papéis, papelão.
  • Biscoitos duros ou vencidos: embora seja possível compor, eles devem ser enterrados ou cobertos com outros resíduos para não atrair insetos.
  • Cerveja ou vinho: se já são vinagre, são ricos em nitrogênio e levedura, muito bons para os micro-organismos do composto.
  • Guardanapos de papel: leve em consideração para não incorporar nos papéis de compostagem que possam conter germes. 
  • Especiarias e ervas aromáticas: quando envelhecidas, podem ser incorporadas ao composto

Quais são os benefícios da compostagem?

  • Reduz significativamente a quantidade de resíduos orgânicos que seriam destinados a aterros sanitários.
  • Reduz as emissões de gases de efeito estufa, como gás metano, geradas pela decomposição de resíduos orgânicos.
  • Envolve economia na gestão municipal, reduzindo os custos de transporte e tratamento de resíduos. Melhora a estrutura da terra, tornando o solo mais poroso, melhorando sua ventilação e sua capacidade de reter água.
  • Aumenta a quantidade de matéria orgânica no solo e facilita a assimilação de nutrientes para as plantas.
  • A compostagem doméstica gera fertilizantes naturais que podem ser utilizados no jardim ou pomar de forma ecológica, simples e econômica.

Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *