Crianças que crescem com animais de estimação adquirem essas qualidades maravilhosas, dizem especialistas

Crianças que crescem com animais de estimação adquirem essas qualidades maravilhosas, dizem especialistas

Animais de estimação são muito mais do que um amigo para os pequeninos da casa. Além de lhes dar amor, eles os ajudam a desenvolver essas qualidades.

Quando os pais já têm um ou mais filhos em casa, é comum que eles hesitem em adicionar um animal de estimação à dinâmica familiar, temendo que um relacionamento negativo possa surgir com os pequenos na casa.

Embora isso possa acontecer, também é verdade que os especialistas afirmam enfaticamente que a relação entre crianças e animais de estimação em casa pode ter benefícios que vão muito além da vida diária.

Aqui estão três qualidades maravilhosas que as crianças podem adquirir quando vivem com um animal de estimação.

Respeito animal

Respeito pela dignidade e segurança dos animais é algo que infelizmente ainda temos que lutar, e cuidar de um animal de estimação ensina às crianças que os animais não são brinquedos.

No vínculo com o seu cão ou gato, você verá que os animais também sentem fome, frio, dor e felicidade, como todas as coisas vivas. Isso melhora a compreensão da empatia e a importância de estar em contato com as emoções próprias e alheias.

Sensibilidade e habilidades sociais

O contato frequente com animais de estimação leva as crianças a desenvolver um alto nível de sensibilidade, a querer integrar o animal em jogos e melhorar suas habilidades com outras crianças e adultos.

A chave é que as crianças aprendam a se adaptar a diferentes dinâmicas sociais, uma habilidade extremamente valiosa na vida. Além disso, a terapia animal pode favorecer grandemente as crianças que estão dentro do espectro autista.

Menos stress

Um experimento conduzido pela Universidade da Flórida determinou que entre 100 crianças que participaram de um teste de matemática, as crianças que foram acompanhadas por seus animais de estimação responderam às perguntas com mais tranquilidade e motivação.

Aprender a lidar com o estresse durante a infância é uma habilidade crucial para nossa saúde emocional na idade adulta, e é essencial adquirir ferramentas eficazes quando ainda somos jovens.

É importante notar que, para que uma relação saudável entre o animal de estimação e a criança se desenvolva, os primeiros momentos de interação devem ser supervisionados pelos pais, que devem levar ambos a um vínculo respeitoso e harmonioso.

É aconselhável adotar animais de estimação após os 4 anos de idade da criança. Se, por outro lado, o animal estava antes da chegada da criança em casa, é importante dedicar um tempo para ensiná-lo que o bebê é um novo membro da família, alguém para cuidar e proteger.

Qual tem sido sua experiência com crianças e animais de estimação? 

Salve esse artigo interessante no Pinterest!

Deixe uma resposta