Ginkgo Biloba efeitos colaterais


No artigo de hoje você ira conferir os efeitos colaterais da Ginkgo Biloba. Continue lendo e confira logo abaixo.
ginkgo biloba
O que é ginkgo biloba?
Consiste em uma planta que tem origem chinesa que possuem as folhas semelhantes a leques. A árvore pode chegar até quarenta metros de altura.
Ela ficou muito popular depois de ter sobrevivido à radiação das bombas que atingiram Hiroshima na Segunda Guerra mundial.
Na medicina, pesquisadores descobriram que a propriedades da planta tem grande efeito na redução de tonturas, para refrescar a memória e ainda aliviar dores nos braços e nas pernas. Além disso um efeito muito importante do uso da planta é para acabar com os famosos zumbidos que muitas pessoas tem nos ouvidos. 
Devido a todos esse benefícios a planta conquistou um grande público, em sua maioria idosos. 
Alguma pesquisas sugerem ainda que a Ginkgo biloba é um remédio poderoso para prevenção e combate de doenças que geram tumores e AIDS.
Ginkgo Biloba efeitos colaterais
A planta, como vimos acima, apresenta propriedades ricas para a medicina principalmente porque possui grande efeito no tratamento de problemas circulatórios e de extremidades, mas é preciso atentar-se também aos efeitos colaterais de produtos feitos a partir da mesma.
Dentro desse contexto, podem vir a ocorrer distúrbios gastrointestinasis, e ainda casos de predisposição alérgica, transtornos das vias circulatórias, queda de pressão, cefaleias e reações cutâneas.
Paciente que tenham algum tipo de distúrbio de coagulação ou em algum processo de terapia com anticoagulantes com doses altas, precisam de muita atenção ao tomar o medicamento.
Artigo recomendado: Ginkgo Biloba engorda?
Consultar um médico
Consultar um médicoAntes de utilizar medicamentos feitos a base da Ginkgo Biloba, é necessário consultar um médico e descrever o seu caso. De acordo com os sintomas apresentados por cada paciente o médico saberá prescrever qual tipo de medicamento a base do ginkgo biloba é o certo para utilizar e quais as dosagens certas. 
Cada caso pode possuir necessidades específicas e o uso do medicamento sem acompanhamento médico pode vir a causar grandes danos a sua saúde. 
Caso já esteja consultado um médico e ao utilizar o medicamento tenha sentido sintomas fora do comum, procure sempre relatar a ele sobre isso. Ele poderá mudar a dosagem ou então cortar o uso do medicamento.

Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *