Mães severas têm filhos mais bem-sucedidos, de acordo com estudo

You are currently viewing Mães severas têm filhos mais bem-sucedidos, de acordo com estudo

Está me escutando? Faça seus afazeres! Pegue as roupas! Por que sua mochila está caída no chão? Vai lavar a louça! Concentre-se no seu futuro! Está me escutando? Você tem que estar em casa às 8! Você terminou sua lição de matemática? Lave seu rosto! Eu pareço uma empregada? Você escovou os dentes? Você terminou de limpar seu quarto?

Você se identificou com essas perguntas? Você faz isso com seus filhos? Bem, mesmo que às vezes digam que você é um pouco severa, você se sai bem. Não pare de fazer isso, um estudo mostrou que mães mais severas têm filhos mais bem-sucedidos.

A pesquisadora Ericka Rascon-Ramirez, da University of Essex, conduziu um estudo que garante que “por trás de cada pessoa bem-sucedida existe uma mãe insistente“. A pesquisa analisou pesquisas com 15.000 meninas com idades entre 13 e 14 anos de 2004 a 2010.

Numa sessão de informação, Ericka disse que “a medida das expectativas neste estudo reflete uma combinação de aspirações e crenças sobre a probabilidade de acesso ao ensino superior declarada pela maioria dos pais, na maioria dos casos pela mãe”.

As filhas cujas mães têm maiores expectativas em relação a elas tomam decisões melhores. O estudo revela, por exemplo, que pais persistentes reduzem em 4% a possibilidade de suas filhas adolescentes engravidarem em relação aos pais que têm expectativas mais baixas. 

Além disso, essas filhas têm mais chances de ir para a faculdade, terminar uma carreira com sucesso e encontrar empregos melhores.

“Em muitos casos, conseguimos fazer o que pensamos ser o melhor para nós, mesmo que seja contra nossos pais. Mas, por mais que tentemos evitar as recomendações dos nossos pais, de alguma forma elas influenciam, ainda que sutilmente, as decisões que tomamos, mesmo que as consideremos extremamente pessoais”, diz Ericka.

Durante a adolescência, seus filhos podem não entender por que sua única missão na vida é “estragar tudo”. Com a bagunça que costumam ter em suas cabeças, os dramas do ensino médio e os relacionamentos adolescentes melodramáticos, eles não são capazes de processar o significado profundo por trás de tudo que você diz a eles, que você faz isso porque os ama e que a única coisa que você quer para eles é que tenham o melhor futuro possível.

Você é insistente para que eles atinjam seus objetivos, para que tenham uma rotina e saibam enfrentar a vida real. Mas, certamente, quando chegam aos vinte anos, começam a apreciar esse esforço. Portanto, não se decepcione, um dia eles vão agradecer.

Você é uma mãe que está sempre cuidando de seus filhos? 

Compartilhe com sua família e amigos!

Deixe uma resposta