Não estabelecer limites também é maltrato infantil!

Não estabelecer limites também é maltrato infantil!

Um amigo me disse essa frase e eu congelei: “Não estabelecer limites também é maltrato infantil.” E geralmente acreditamos que maus-tratos é apenas violência física ou gritos. 

No entanto, deixar as crianças fazerem o que querem, sem um adulto que eduque com amor e respeito, mas também com firmeza, também é muito prejudicial.

O estilo dos pais mudou

É verdade que os métodos dos pais mudaram radicalmente. Nossos pais foram menos repressivos conosco do que nossos avós.

Apenas um olhar dos meus pais foi suficiente para eu me comportar. Eles não recorriam ao castigo físico, mas sabiam estabelecer limites e instilar valores: respeito pelos outros, consciência dos meus direitos e obrigações.

A ausência de limites é maltrato infantil

Hoje em dia, e eu me incluo, é difícil estabelecer limites com as crianças, mas não fazer isso é um tipo de violência e danifica profundamente nossos filhos e a sociedade.

Muitas vezes, a falta de punição, permitindo que eles façam tudo o que querem, sem incutir empatia e consciência social, nos torna pais permissivos e superprotetores.

O resultado: crianças inseguras e indecisas, incapazes de dirigir suas vidas como adultos. Por outro lado, crianças rudes e insuportáveis, que acreditam que merecem tudo, que não respeitam os outros e que serão muito difíceis de lidar como adultos.

Às vezes, essa falta de limites é pura e simplesmente desinteresse, negligência como pais, mas outros são amor incompreendido. 

Tentar impedir que as crianças fiquem frustradas, resolver tudo, impedi-las de experimentar algum tipo de dificuldade, também estraga seu desenvolvimento.

Sem julgar, analise a si mesmo

Sem julgar o tipo de educação que todos têm com seus filhos, convido você a refletir sobre si mesmo, como faço agora. 

As crianças são maleáveis, estão em treinamento e podemos direcioná-las para serem boas pessoas. Elas devem entender que todas as suas ações têm consequências, boas ou más.

Sim, a falta de limites é uma forma de abuso infantil, que também trará sérios distúrbios emocionais que serão refletidos em sua vida adulta. 

Eu gostaria de saber sua opinião!

Deixe uma resposta