NASA revela 12 plantas essenciais que toda casa deve ter


Na década de 1980, a NASA estudou como algumas plantas poderiam ajudar a purificar o ar em um espaço fechado. O resultado foi que as 12 plantas que mais ajudam a melhorar a qualidade do ar que respiramos em nossa casa são:

1- Ficus benjamina

Comumente conhecido como figueira-benjamim, ajuda a eliminar contaminantes como formaldeído, benzeno e até mesmo tricloroetileno.

2- Gerbera

Essas lindas flores podem ajudar a eliminar o tricloroetileno, que é um produto químico comum usado para limpeza a seco. Também ajuda a filtrar o benzeno.

3- Crisântemo

Essas flores coloridas ajudam a filtrar o benzeno que pode ser encontrado na cola e na tinta.

4- Jiboia branca

Esta planta ajuda a combater o formaldeído e é ideal para pendurar na garagem, pois elimina as toxinas expelidas do tubo de escape.

5- Planta aranha

A planta flor de aranha é resistente e pode ajudar a combater o benzeno, formaldeído, monóxido de carbono e xileno.

6- Philodendron

Esta planta é tóxica quando ingerida, por isso não é recomendada para residências com crianças ou animais de estimação, mas pode eliminar todos os tipos de compostos orgânicos voláteis, como o formaldeído.

7- Aloe vera

Ajuda a remover o formaldeído e o benzeno do ar, e o gel interno pode ajudar a curar cortes e queimaduras.

8. Aglaonema

Esta planta é muito fácil de cuidar e pode ajudar a eliminar poluentes e toxinas do ar.

9- A Azálea

Este belo arbusto pode ajudar a combater o formaldeído em sua casa, também gosta do tempo frio, por isso é perfeita para o porão.

10- Hera

Estudos mostram que a hera inglesa pode ajudar a reduzir as partículas fecais transportadas pelo ar.

11- Palma de bambu

A palma de bambu é uma das melhores plantas para filtrar benzeno e tricloroetileno.

12- O lírio da paz

Sabe-se que o lírio da paz elimina formaldeído, benzeno, tricloroetileno e até tolueno e xileno do ar.

Compartilhe essas 12 plantas deslumbrantes com todos os seus amigos!


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *