Os 5 melhores exercícios de acordo com a Universidade de Harvard sem ter que correr


Bem, você aceitou que é hora de fazer algum exercício e esquecer as tardes perdidas no sofá. Agora é a hora de escolher uma atividade física. Qual você deve escolher?

Bem, de acordo com I-Min Lee, professor de medicina e epidemiologia da Harvard Medical School, sair correndo não é uma ideia tão boa quanto parece. A verdade é que não devemos nos surpreender, afinal, ouvimos em mais de uma ocasião que não é bom para as articulações e que é uma grande fonte de lesões.

Por esse motivo, Lee e outros especialistas de Harvard propõem 5 exercícios que nos trazem inúmeros benefícios, como aumentar o metabolismo, ganhar músculos, queimar gordura, melhorar a saúde cardiovascular e fortalecer os ossos, sem testar a resistência de nossas articulações. Você quer saber o que são?

Os 5 melhores exercícios para manter a forma, de acordo com a Universidade de Harvard:

1- Andar

Fizermos isso de bebês! Obviamente, a atividade recomendada para idosos deve aparecer nesta lista. É um exercício supernatural, que pode ser praticado em qualquer lugar e por qualquer pessoa. Apesar dos enormes benefícios à saúde que ela nos traz, ela não requer equipamentos especiais ou muito esforço.

Diferentes estudos mostraram que caminhar 30 minutos por dia traz benefícios como combater a depressão, reduzir o colesterol, fortalecer o sistema imunológico, melhorar o sistema cardiovascular e prevenir doenças como fibromialgia, hipertensão e diabetes.

2- Tai chi

O Tai Chi, também escrito como taichí, é uma disciplina antiga que combina artes marciais e meditação. Essa disciplina nasceu na China antiga como uma técnica de autodefesa. 

Hoje, as pessoas usam o Tai Chi mais como um exercício para melhorar seu bem-estar e relaxar do que como uma arte marcial. E é que os benefícios do Tai Chi na saúde o tornaram um tipo de exercício muito popular.

Sua prática melhora o equilíbrio, a coordenação e a flexibilidade. Alivia e previne dores de cabeça e dores nas costas e até insônia. 

Também ajuda a reduzir a pressão sanguínea, fortalece braços e pernas, desbloqueia articulações (prevenção de doenças como artrite), fortalece o sistema imunológico, melhora nosso sistema respiratório e nosso sistema cardiovascular. 

3- Nadar

Para muitos especialistas em saúde, incluindo os de Harvard, eles argumentam que a natação é o exercício perfeito porque funciona quase todos os grupos musculares do corpo em um meio que reduz lesões.

Entre seus muitos benefícios, a natação ajuda a reduzir ou eliminar a dor nas costas, melhora a circulação e aumenta a capacidade. 

Também melhora o funcionamento do sistema cardiorrespiratório, melhora nossa capacidade de resistência anaeróbica e melhora a saúde do coração.

Por outro lado, seu poder de relaxamento é que nadar 30 minutos parece ajudar a combater a depressão, elevar o humor e reduzir nossos níveis de estresse.

4- Exercícios Kegel

Essa é a atividade menos esperada da lista, mas, além de oferecer benefícios em relação ao parto e ao campo sexual, tem outros benefícios para fortalecer o assoalho pélvico.

Bem, a verdade é que não são poucos, exercitar o assoalho pélvico, entre outras coisas, facilita o parto, evitando a incontinência urinária (a que ocorre após o parto, ou devido ao estresse, ou associada à cirurgia de próstata no caso).

Melhorar a função do esfíncter uretral ou retal ou diminuir o risco de prolapso no caso de mulheres.

E não apenas isso, os exercícios de Kegel são recomendados para jovens atletas, pois o piso de ferro pélvico neutraliza os impactos que o esporte produz nessa área.

5- Exercícios de força

Quando falamos de exercícios de força, queremos dizer tudo o que envolve o uso de peso ou tensão para criar uma resistência artificial que o corpo deve superar. Ou seja, nos referimos apenas aos exercícios que você pode fazer nas máquinas de ginástica. 

Trabalhar com faixas elásticas ou uma simples flexão em casa também entraria nesta seção.

Além de aumentar a força muscular, esse tipo de exercício ajuda a combater problemas crônicos nas costas ou osteoporose, ativa o metabolismo e protege músculos e ossos de possíveis lesões.

Deve-se notar que não importa praticar o melhor exercício do mundo se não dermos continuidade ao longo do tempo; portanto, qualquer atividade física que você pratique, tente se adaptar à sua rotina diária.

E você, qual você escolhe?

Salve esse artigo interessante no Pinterest!


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *