A Ciência Explica Por Que Correr Não é Tão Bom Para Você (E o Que Fazer Em Vez Disso)

A Ciência Explica Por Que Correr Não é Tão Bom Para Você (E o Que Fazer Em Vez Disso)

Antes que os corredores fiquem “chateados”, entenda que este artigo não está dizendo que correr não é benéfico – sob as condições certas.

De fato, a corrida pode ser saudável, sem dúvida, para o sistema cardiovascular.

Mas correr provavelmente não é a melhor forma de atividade física; na verdade, para a Harvard Medical School, nem sequer está entre os cinco primeiros.

Aqui está uma análise:

Ritmo: Correr é definido como ir a seis quilômetros por hora, no máximo. A corrida está acima desse ponto de referência.

Atividade muscular: quanto mais rápido o ritmo, menos tempo suas pernas passarão batendo no chão. Olhe para os velocistas. A maioria dos velocistas tem uma formação atlética. Compare o físico do velocista com o dos corredores de maratona, que geralmente têm uma constituição muito magra.

Consumo de oxigênio: Um exercício mais intenso requer que o corpo gaste mais tempo e gaste mais energia “recuperando” as reservas de oxigênio. Como resultado, o corpo queima mais calorias após o treino.

O que fazer em vez de correr?

Aqui estão 4 alternativas:

Outros exercícios aeróbicos:

Tipos moderados de exercícios aeróbicos – por exemplo, ciclismo, caminhada e corrida – são excelentes para promover a saúde do coração, queimar calorias e estimular o humor.

Uma regra simples para lembrar: se você não pode falar com alguém enquanto faz cardio, é provável que você esteja forçando demais.

Além de possivelmente danificar o seu coração, você também pode causar problemas reais para os ossos, articulações e músculos.

Tente fazer pelo menos 30 minutos de exercícios aeróbicos de intensidade moderada quatro dias por semana.

Musculação:

O treinamento de força com pesos, máquinas de peso, faixas de resistência e exercícios de resistência corporal podem ajudar a queimar a gordura da barriga e criar massa muscular magra.

Estudos mostram que uma combinação de exercícios aeróbicos e treinamento de força também pode reduzir os níveis de colesterol ruim.

Tente misturar dois dias não consecutivos de treinamento de resistência por semana.

Remo:

Para aqueles que odeiam a ideia de uma bicicleta ou uma esteira, uma máquina de remo é uma ótima opção.

As máquinas de remo fornecem excelente treinamento na parte superior do corpo, incluindo os músculos da região lombar.

Remo também funciona nos músculos da panturrilha, quadríceps e isquiotibiais da perna.

Este exercício pode ser feito como um exercício complementar ou como um exercício independente.

Ioga:

A ioga é a última palavra em flexibilidade e durabilidade. O yoga moderado a avançado também lhe dará um ótimo treino da parte superior do corpo.

Yoga autêntico traz benefícios para a mente e para o corpo. Por esse motivo, não deixe de fazer sua pesquisa antes de se inscrever para qualquer coisa.

Deixe uma resposta