Por Que o Segundo Filho é Mais Desobediente Do Que o Primeiro? Nós Lhe Diremos


É comum ouvir os pais dizerem que “a educação de meus filhos é a mesma, mas eles são tão diferentes”.

Sempre em um lar, as crianças recebem as mesmas regras ou educação, mantemos a mesma filosofia com ambos, mas, sem perceber, exigimos ou tratamos de forma diferente. 

Isso porque ao filho maior é dado a responsabilidade de assumir seu papel no cuidado de seu irmão, e que também relaxamos um pouco mais com o segundo, que por razões lógicas será mais inquieto, rebelde ou desobediente.

Vamos desenvolver os papéis em cada caso!

– A lei da ordem

Os psicólogos falam sobre a Lei da Ordem, que sustenta que a ordem de nascimento influencia a personalidade de cada criança. 

Isso é produzido pelos diferentes papéis que os pais terão com cada um dos filhos.

O primeiro carrega o fardo que é justo, o primeiro, é com o qual aprendemos a ser pais. Somos novatos e, como tal, damos mais atenção, mais mimos, mais cuidado, temos mais medos e até os superprotegemos.

No segundo somos mais relaxados, por causa da experiência que tivemos com o primeiro. 

Nós já aprendemos o que fazer em uma situação febril, ou uma queda, etc. O tempo que lhes damos não é o mesmo, porque agora esse tempo é compartilhado entre dois.

E assim, quanto mais filhos temos, a proteção, o medo ou a aprendizagem são diminuídos, porque já nos consideramos especialistas no cuidado das crianças e o tempo está diminuindo.

– Personalidades diferentes

Nós vamos tornar o primeiro filho mais responsável e atribuir papéis à medida que eles se tornam mais responsáveis.

O segundo, no entanto, não terá a mesma atenção que o primeiro, o que tornará seu referente é o irmão mais velho, intercalando ciúme, com a liberdade de fazer um pouco mais o que você quer. 

Com isso, não estamos dizendo que os pais não protegem ou cuidam deles, apenas dizemos que eles o fazem de maneira diferente.

Não se preocupe se o segundo filho for:

– Menos obediente: ele é menor, e isso gera menos obrigações, justamente por serem as menores.

– Mais rebelde: não vamos esquecer que já existe um irmão mais velho que monopoliza mais a atenção muito antes dele, e a quem ele considera seu principal rival. De alguma forma ele quer chamar atenção, gerar seu próprio espaço e a maneira mais comum é através de uma certa rebelião.

– Menos disciplinado: somos provavelmente mais rigorosos com o primeiro, colocando o segundo em um papel de maior conforto, pedimos menos, pois ele também dará menos.

Mesmo assim, tenha sempre em mente que esta não é uma regra que é cumprida em todos os casos. Isto é, o fato de ser um segundo filho não determina que ele seja menos obediente, mais rebelde ou menos disciplinado. 

Cada menino adquire sua própria personalidade e no futuro serão boas pessoas e com boas estruturas, assim como as temos com amor, ensinadas na família.

Deixe um comentário e conte qual foi sua experiência com seus filhos.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *