Porque a pálpebra “treme”? Especialista explica 7 motivos mais comuns

You are currently viewing Porque a pálpebra “treme”? Especialista explica 7 motivos mais comuns

O tremor na pálpebra muitas vezes pode ser tão frequente que na maioria das vezes não damos grande importância.

Geralmente esse tremor aparece em apenas um olho e quando ocorrem notamos que nossa pálpebra treme de forma descontrolada, mas sem o olho estar completamente fechado.

Felizmente, na maioria das vezes, eles tendem a desaparecer tão misteriosamente quanto começaram: “de repente”. Na maioria dos casos, eles serão imperceptíveis para as pessoas que nos olham.

Existem outros casos mais graves que devemos aprender a diferenciar e sobre os quais falaremos mais tarde.

Como uma regra geral, a causa destas tremores são contrações involuntárias de algumas fibras do músculo orbicular da pálpebra e geralmente tende a afetar a maioria das vezes a pálpebra inferior, embora em alguns casos, também pode estar na parte superior.

No post de hoje vamos falar sobre suas causas e daremos algumas dicas importantes, então leia até o final!

Causas do aparecimento de tremores na pálpebra do olho:

  • Estresse ou ansiedade: Os tremores das pálpebras geralmente indicam que precisamos fazer uma pausa e relaxar. Você tem estado sob um alto grau de estresse ultimamente?
  • Secura dos olhos: Pode causar irritação na córnea e / ou conjuntiva, causando um falso reflexo de piscar involuntário.
  • Consumo excessivo de cafeína ou outras substâncias estimulantes (por exemplo, café, chá, refrigerantes com cafeína, etc…).
  • Fadiga. O cansaço por não usar óculos com a prescrição correta ou por trabalhar demais também pode causar tremores nos olhos.
  • Insônia. Você passou algumas noites sem dormir?
  • Passar períodos prolongados olhando para a tela do computador ou da televisão.
  • Distúrbios do sistema nervoso como blefaroespasmo e outras patologias das quais falaremos mais tarde e que requerem controle médico.

Quando devo me preocupar com meus olhos tremendo?

Em casos raros, o movimento involuntário dos olhos pode ser um sinal de algumas patologias que requerem consulta médica. Nestes casos, quase sempre são acompanhados por outros sinais e sintomas, como:

  • Se as contrações causam o fechamento completo das pálpebras.
  • Se aparecerem ao mesmo tempo em ambos os olhos.
  • Se causam alterações na visão.
  • Se afetam o clima para outra área do rosto ou corpo.
  • Se houver algum membro da família afetado por um distúrbio semelhante.
  • Se ocorrerem após tomar certos medicamentos, suplementos ou preparações à base de plantas. Em caso afirmativo, tente se lembrar de quando você começou a tomar esses produtos.

Tenha cuidado, mesmo se você tiver algum desses sintomas, isso não significa necessariamente que você tenha uma doença, mas você deve consultar um especialista. 

A contração involuntária do músculo orbicular do olho faz o olho tremer

Opções de tratamento e prevenção para tremores palpebrais não patológicos.

Não existe um tratamento como tal, mas há uma série de dicas que você pode seguir para prevenir ou evitá-los:

  • Melhorar a qualidade e a duração do sono.
  • Limpeza das pálpebras.
  • Técnicas de redução de estresse e relaxamento. (Yoga, exercícios respiratórios, etc…).
  • A redução da fadiga visual.
  • Uso de compressas quentes nas pálpebras.
  • Reduza ou interrompa o uso de produtos que contenham estimulantes.
  • O uso de gotas lubrificantes para olhos secos.

Opções de tratamento para casos patológicos de tremores da pálpebra

A abordagem para tratar as contrações oculares involuntárias patológicas dependerá de muitos fatores, e também dependerá de seu impacto na qualidade de vida diária da pessoa afetada. 

Os tratamentos vão desde medidas simples, citadas em casos não patológicos, até o uso de medicamentos e, em casos graves, a cirurgia pode ser indicada.

Para o blefaroespasmo, que é a patologia mais comum desse tipo, o tratamento consiste na proteção dos olhos com óculos escuros, lágrimas artificiais e aplicação de toxina botulínica (substância injetada para relaxar temporariamente os músculos e evitar que se contraiam). Quando há uma doença básica, a doença que a causa é tratada.

*Esse post é apenas informativo e não substitui em nenhuma hipótese uma consulta médica.

Deixe uma resposta