Se o seu filho assiste Peppa Pig, você precisa ler isso!


Esta porquinha rosa que ama pular na lama com sua família e amiguinhos, tem conquistado uma legião de bebês e crianças ao redor do mundo.

Mas nem tudo são flores, este desenho tão lindinho pode esconder um mal que não estamos percebendo.

Segundo um estudo realizado por psicólogos da área infantil dizem que o comportamento apresentado por Peppa Pig não é saudável para as crianças que estão em desenvolvimento de caráter.

Entre as crianças monitoradas pelos profissionais da saúde foi constatado comportamento de birra, insolência, desprezo às ordens dos pais e desobediência, sob influência do famoso desenho.

Vamos pegar um exemplo: em uma das história a Peppa Pig e seu irmãozinho George, se negam a arrumar o quarto. Os pais para resolver o problema rapidamente, simplesmente subornam os filhos e tudo fica resolvido.

Peppa Pig e George voltam a brincar como se fosse um final feliz. Péssima atitude dos pais da dupla bagunceira não acham?!

Peppa Pig

Com situações comuns que surgem na vida de qualquer criança, a porquinha se mostra superior aos outros, demonstra um comportamento reprovável, quer sua vontade a qualquer custo, não se importando com o que os outros acham.

Também é mal educada, tem um senso de competitividade doentio em seus convívio com outras pessoas, é intolerante, tem falta de respeito, demonstra muito orgulho, em muitos momentos é arrogante e também invejosa.

Aquela musiquinha e seus personagens que encantam as crianças, não conseguem enganar pais cuidadosos, que já trataram de proibir seus pequenos de ver o desenho.

Os pequenos geralmente não criam e sim copiam situações e comportamentos. Isto quer dizer que clones de Peppa Pig e George estão se formando por aí.

É até os 3 anos de idade que 80% do cérebro é perfeitamente formado. E reproduzir o que assistem é fortemente provável nesta fase. E claro que a indústria não fica feliz com isso.

Existem sites desmentindo esta verdade mas veja este caso real que aconteceu com uma mãe inglesa:

Sua filhinha de 3 anos começou a ficar manhosa por qualquer motivo e rapidamente sua mãe percebeu este comportamento anormal. A menina tinha o mundo Peppa Pig em seu quarto, livros e sempre assistia o desenho.

E a mãe também notou que a criança já estava ficando como choro parecido com o do George, irmão da Peppa! E também dizia para todas as crianças com quem brincava “ Eu não quero mais brincar com você” igualzinho a personagem Peppa falava.

Com isso, podemos aprender que nem sempre a modinha favorece a educação correta de um filho para enfrentar o mundo lá fora.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *