Você Já Teve Câimbras Noturnas? Veja Porque Isso Acontece e Como Evitar

Você Já Teve Câimbras Noturnas? Veja Porque Isso Acontece e Como Evitar

Essas cãibras se manifestam quando o músculo se contrai e não consegue relaxar, tenha cuidado, pois elas podem estar envolvidas em um ou mais músculos.

Por esta razão, hoje eu vou te ensinar como melhorar câimbras noturnas e porque isso ocorre!

Você quer saber mais? Continue lendo…

Por que as cãibras noturnas acontecem como parar?

A única coisa em comum entre cãibras musculares noturnas e síndrome das pernas inquietas (SPI) é que elas são mais frequentes durante as horas de sono. Eles diferem em:

O SPI é manifestado por movimentos involuntários e sensação de formigamento, não há contração de um músculo, não há dor localizada.

Se você mover a perna que sofre de SPI, sentirá um alívio no sintoma, ao passo que, com as cãibras, sentirá mais dor, você só deve alongar.

Embora as causas das cãibras noturnas sejam variadas, existem certos fatores diretamente relacionados e algumas condições médicas que favorecem sua aparência.

1. Fatores relacionados a cãibras musculares:

  • Ficar por um longo tempo, em uma posição quase estática. O piso de concreto pode piorar.
  • Ficar sentado por um longo tempo em uma posição inadequada.

2. Condições médicas que favorecem o aparecimento de cãibras:

  • Parkinson
  • Alcoolismo
  • Desidratação
  • Gravidez
  • Problemas neuromusculares
  • Para o uso de diuréticos ou estatinas (medicamentos para diminuir o colesterol no sangue)
  • Problemas na estrutura do corpo: pé chato, má postura, etc.
  • Doenças endócrinas

Como evitar?

  • Mantenha o corpo sempre bem hidratado. Beba dois litros de água diariamente e aumente a dose se treinar.
  • Manter uma dieta rica em magnésio, potássio e cálcio, uma vez que a deficiência nesses minerais costuma provocar cãibras musculares.
  • Coloque o calor na área mais afetada. Use almofadas térmicas ou tenha uma garrafa de água quente sempre pronta para dormir.
  • Consuma castanha para melhorar a circulação sanguínea.
  • Tente terapias alternativas, como acupuntura ou reflexologia.
  • Tente usar sapatos confortáveis ​​e evite calcanhares.
  • Pratique exercícios de alongamento antes de dormir.

Deixe uma resposta